segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Salvador - Parte 2.

Hello, Girls and Boys.
Tudo bem?
Voltei, viram?
Vamos ao resto da Saga Salvador? eheheheheheheheh

4º DIA:
Este dia tem até título:
MERCADO MODELO (MM) E PELOURINHO (Pelô)
Pegamos o ônibus "Praça da Sé", que fica no começo desta jornada. Demoramos uma hora pra chegar, saindo do hotel. Este fica mais ao norte de de Salvador e a praça fica mais ao sul. Para chegar ao Mercado Modelo (onde fica o artesanato regional de Salvador) precisa-se descer o elevador Lacerda. No caminho pra lá, já ganhamos nossa 1ª fitinha de um cara credenciado pela prefeitura. Fizemos nossos pedidos e também tivemos que comprar uma correntinha dele. Para descer o elevador, paga-se R$0,15/cada pessoa e dentro dele só pode ir 15 pessoas por vez. Mal chegamos no MM*, já fomos abordados por baianas-ciganas querendo ler nossa sorte. Olha, levem dinheiro ao MM, porque logo que tu entras já vê coisas maravilhosas... Pra quem gosta de artesanatos, como eu, fico encantada. Pensava na Lelinha direto.. Tinha muitas coisinhas que ela ia adorar. ehheeheheheehhe O Léo, a partir do MM, passou a nos fazer companhia de novo (Valeuuuuu, Léoooo!!! Foi uma ótima parceria.. eheheheheh). Partimos de lá para iniciar o passeio ao Pelô. Se quisessemos um guia, teriamos que pagar R$ 50 pra ele.. Ele atendia a 1 pessoa ou a 10, pelo mesmo valor. Fomos preparados e temerosos pelo que nos diziam de lá. Confesso que, tem seu perigo, claro, mas nada extremamente assustador... Tem bastante policiamento e muita muita muita gente... eheehheheehehhehehe Deve-se tomar cuidados com bolsa, eletronicos e tals. Nada que a gente não faça na nossa cidade, né? Começamos a subir o Pelô e logo veio um menino nos abordar.. O jeito que ele falava sobre tudo ali era encatador. O nome dele é Rodrigo e o pagamento foi uma lata de leite em pó. Ele começou falando sobre as Igrejas. Eram elas: São Francisco, São Domingo. Ir no Pelô é uma viagem no tempo.. Imaginar as pessoas naquelas "janelas-sacada" é demais. Passamos pelo Museu do Jorge Amado, pelo Museu da Cidade, porém decidimos não entrar, já que neles não tinha muito sobre a historia da construção de Salvador e, consequentemente, do Pelô. Almoçamos no SENAC (muito bem recomendado..  e bem no meio do Pelô). Depois de almoçar, fomos visitar a Igreja de São Francisco. Entramos pagando R$ 3,00 e apreciamos muito os detalhes folheados a ouro. Detalhe (em off): juramos que era a igreja de ouro que tanto se fala!!! ehehehehehehhe Só pra rir, né? Tiveram coisas que impressionaram nesta 1ª igreja: o trono onde D. João, D.Pedro sentaram; fotos; a sala de reunião ou de jantar (não sei) com cadeiras bem lindas, tudo muito ostentoso. Saímos desta igreja e passamos para a verdadeira igreja de ouro, pagando R$ 5,00 pra entrar. Nooooossaaaa, ali sim! É de se arregalar os olhos, ou melhor, é de brilhar os olhos, literalmente. ehehehehehhehehehhe Saímos das igrejas umas 16hrs. O pôr-do-sol em Salvador costuma acontecer por umas 17h15mim.  Pra vê-lo beeeeemmm, fomos em busca de um barzinho bem localizado. Vimos 2 mais chiques e um que se localizava "entre eles" que estava vazio.. Não se dava nada por este bar, mas pela vistaaaaaa e o preço da cerveja.. Os guris adoraram e eu curto cada minuto da despedida do sol. Registrei cada passo dele. O sol se colocava entre nuvens e atras do morro; jogava seus raios sobre o mar da Bahia. Foi tudo lindo. Curtimos muito o dia. Chegamos no hotel as 20hrs, isto que pegamos o ônibus as 18hrs. ehehheeheheheheheh Estavámos tão cansados... Mas, muito contentes.










 
Mais um pouco de Salvador no outro post.
Beijinhosss
ursinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vocês alegram meu dia!!
Deixe seu comentário... Adoorrooo!!!!!!